No Silêncio 

Aquelas conversas, não feitas
Aquelas palavras, não ditas
Sentimentos pendurados no silêncio
A espera sem expectativas

Aquelas perguntas, sem respostas
Rondam a minha cabeça toda noite
E você sabe cada linha do meu pensamento
Mas a sua apatia, te fez calar

Aquele amor, preso apenas nas memórias
O que poderia ter sido, o que foi
E o que deixou de ser
São pensamentos que deixamos no silêncio

Anúncios

Música do Mês

Escolhi a música A Case of You, da Joni Mitchell. Sempre quando ouço, tenho novas interpretações e chega me dá arrepios, de tão profunda e sincera que é.

Um Engradado de Você

Pouco antes de nosso amor se perder você disse
Sou tão constante quanto uma estrela do norte
E eu disse: Constantemente na escuridão
Onde fica isso?
Se você me quiser, estarei no bar

Atrás de um porta-copos de papelão
Na luz azulada da televisão
Eu desenhei um mapa do Canadá
Oh, Canadá
Com seu rosto rascunhado nele duas vezes

Oh, você está em meu sangue como vinho sagrado
Seu gosto é tão doce e tão amargo
Oh, eu poderia beber um engradado de você, querido
E eu continuaria de pé
Oh, e eu continuaria de pé

Oh, eu sou uma pintora solitária
Eu vivo em uma caixa de tintas
Me assusto com o mal
E sou atraída por aqueles que não têm medo

Eu lembro daquela vez que você me disse, você disse
O amor está tocando almas
Seguramente você tocou a minha, pois
Parte de você flui de mim
Nestas linhas de tempos em tempos

Oh, você está em meu sangue como vinho sagrado
Seu gosto é tão doce e tão amargo
Oh, eu poderia beber um engradado de você, querido
E eu continuaria de pé
Oh, e eu continuaria de pé

Eu conheci uma mulher, ela tinha a boca como a sua, ela conhecia sua vida
Sabia de seus medos e de seus feitos e ela disse
Vá até ele, fique com ele, se puder
Mas esteja preparada para sangrar

Mas você está em meu sangue, você é meu vinho sagrado
Você é tão amargo, tão amargo e tão doce
Oh, eu poderia beber um engradado de você, querido
E eu continuaria de pé
Oh, e eu continuaria de pé