Quando a seca chega
Matando as flores
Que floresceram gradualmente, em uma sinfonia suave
É quando faltam palavras para expressar
O silêncio se torna o mais alto som
O inimaginável acontece
E está fora das suas mãos

Olho para os céus
E oro para que eu possa encontrar a mim mesma
Dentro de uma grande tempestade
Encontrar a verdade sem desculpas
A liberdade que vem depois da dor

Estou fazendo meu próprio oásis no
deserto
Não vou implorar, não preciso de piedade
Eu sinto o medo e faço mesmo assim
Por entre as rachaduras, estou criando meu próprio caminho

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s