Profundo 

Eu sempre estive na costa
Na borda, em superfície rasa
Passos calculados
O mínimo de risco possível
Sempre me pareceu o melhor jeito de viver

Em meu mundo
Confortável com a minha vida
Nunca criei expectativas
Vivia apenas os meus planos

Agora estou pensando no que nunca pensei
Querendo o que nunca pensei que fosse querer
É muito mais do que imaginei

Mas às vezes é difícil largar as bordas
As ondas quebram em cima de mim
E eu conheço minhas inseguranças
Mas eu quero saber o quão profunda eu posso ser
E o quão profundo é seu amor

Estou nadando em seu rio
E se por acaso me afogar
Quero que você seja o meu porto seguro
Porque não consigo mais ver as bordas
Estou indo cada vez mais fundo

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s