Profundo 

Eu sempre estive na costa
Na borda, em superfície rasa
Passos calculados
O mínimo de risco possível
Sempre me pareceu o melhor jeito de viver

Em meu mundo
Confortável com a minha vida
Nunca criei expectativas
Vivia apenas os meus planos

Agora estou pensando no que nunca pensei
Querendo o que nunca pensei que fosse querer
É muito mais do que imaginei

Mas às vezes é difícil largar as bordas
As ondas quebram em cima de mim
E eu conheço minhas inseguranças
Mas eu quero saber o quão profunda eu posso ser
E o quão profundo é seu amor

Estou nadando em seu rio
E se por acaso me afogar
Quero que você seja o meu porto seguro
Porque não consigo mais ver as bordas
Estou indo cada vez mais fundo

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s