Desafio 100 temas: lição

Depois de tudo o que passei
De tudo o que vi
Todas as experiências
Espero de alguma forma
Ter me transformado em alguém melhor

Alguém honesto
Transparente
Sem nada a perder
Quem sabe depois de tudo eu aprenda
Como viver

Chega dos mesmos erros
Não posso enganar a mim mesmo
Tenho que viver o que tenho aprendido
Sem querer impressionar
Ou fingir

A lição que eu tenho aprendido
Vou viver
Ser além de fazer

Anúncios

Via Láctea

Esse é definitivamente um dos meus poemas favoritos. Sempre tive uma paixão imensa pela natureza, pelos planetas e estrelas, é uma parte de mim.

“Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto…

E conversamos toda a noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: “Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?”

E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e entender estrelas”

Olavo Bilac

Desafio 100 temas: Aceitação

Não sou a rainha da beleza
Mas amo o meu rosto
Meu sorriso
Me aceito como eu sou

Não vou mudar porque os outros
Dizem que eu devo
Ou porque a mídia tenta colocar seus padrões
Na minha mente

Sei o meu valor
Isso ninguém pode comprar
Não tenho medo
De ser quem eu sou
Não tenho medo
De amar a mim mesma

Porque sou única
Especial
Original
Nasci para brilhar
Esse brilho ninguém apagará

Desafio 100 temas: Realidade

Preciso voltar a realidade
Voltar a minha essência
Sem querer tentar parecer com ninguém

A realidade, eu sei
É complexa e difícil
Mas não posso viver de fantasias
É preciso enfrentá-la
Ao menos tentar entender

Eu faço tantas coisas
E quero fazer outras tantas
Mas eu não posso me perder
Na falsa alegria deste mundo
Me perder em mim mesmo

Não quero viver apenas para mim
Os meus sonhos, os meus desejos
E se eu nasci para mais
Mais do que isto que eu vivo?

Não posso fechar os meus olhos
A realidade está a minha volta

Música do mês

Esse mês é um mês muito especial para os fãs da cantora e atriz Lea Michele (como eu!!). Dia 4 de março, seu álbum Louder foi lançado mundialmente. E como para mim musicalmente esse é o mês dela, a música desse mês é uma das minhas favoritas e tem marcado muito a minha vida. A música tema do álbum: Louder.

Mais Alto

Saia da sombra
Dê um passo até na luz
Este pode ser o momento
Você está pronto para lutar?

Você não sabe, você sabe
Que você não é o único
Por que tão baixo, tão baixo?
O que você está esperando?

Tudo o que eu ouço são sussurros
Tudo o que eu ouço são sussurros

Mas só quero ouvir a sua voz
Não tenha medo
Por que você não grita um pouco mais alto?
Dê a volta por cima, eu sei que você pode
Venha e grite um pouco mais alto

Oh, oh, oh
Por que você não grita um pouco mais alto?
Oh, oh, oh
Por que você não grita um pouco mais alto?

Se quer ser lembrado
Fique fora da multidão
Não engasgue com o fogo
Ele está tentando te queimar

Por que está tão baixo. tão baixo?
O que você está esperando?

Tudo o que eu ouço são sussurros
Tudo o que eu ouço são sussurros

Mas só quero ouvir a sua voz
Não tenha medo
Por que você não grita um pouco mais alto?
Dê a volta por cima, eu sei que você pode
Venha e grite um pouco mais alto

Oh, oh, oh
Por que você não grita um pouco mais alto?
Oh, oh, oh
Por que você não grita um pouco mais alto?

Saia da sombra
Dê um passo até a luz
Este poderia ser o momento
Isso poderia mudar a sua vida

Tudo o que eu ouço são sussurros
Mas só quero ouvir a sua voz
Não tenha medo
Por que você não grita um pouco mais alto?
Dê a volta por cima, eu sei que você pode
Venha e grite um pouco mais alto

Oh, oh, oh
Por que você não grita um pouco mais alto?
Dê a volta por cima, eu sei que você pode
Por que você não grita um pouco mais alto?
Oh, oh, oh
Por que você não grita um pouco mais alto?

Palavras

As palavras me orientam
Guiam meu raciocínio
Para eu não me perder na emoção
Não me perder na solidão

Palavra é vida
Palavras são vidas
Que brotam no coração de cada um
Esperando amadurecer e florescer

Palavras me trazem consolo
Palavras me exortam
Palavras ajudam
Palavras elogiam
Palavras expressam amor

Por isso sempre escreverei
As palavras me organizam
Me fazem viver
Não viverei sem essa expressão dentro de mim
Palavras dão sentido
Força e motivo

Palavras
Façam o seu papel em mim

Khaled Hosseini – O Silêncio das Montanhas

Amo a capa desse livro. Uma das mais lindas que já vi.

Sipnose

O Silêncio das Montanhas traz como protagonista os irmãos Pari e Abdullah, que moram em uma aldeia distante de Cabul, são órfãos de mãe e têm uma forte ligação desde pequenos. Assim como a fábula que abre o livro, as crianças são separadas, marcando o destino de vários personagens. Paralelamente à trama principal, Hosseini narra a história de diversas pessoas que, de alguma forma, se relacionam com os irmãos e sua família, sobre como cuidam uns dos outros e a forma como as escolhas que fazem ressoam através de gerações. Assim como em O Caçador de Pipas, o autor explora as maneiras como os membros sacrificam-se uns pelos outros, e muitas vezes são surpreendidos pelas ações de pessoas próximas nos momentos mais importantes. Segundo o próprio Hosseini, o novo título “fala não somente sobre a minha própria experiência como alguém que viveu no exílio, mas, também sobre a experiência de pessoas que eu conheci, especial os refugiados que voltaram ao Afeganistão e sobre cujas vidas tentei falar tanto como escritor quanto como representante da Organização das Nações Unidas. Espero que os leitores consigam amar os personagens de O Silêncio das Montanhas tanto quanto eu os amo”. Seguindo os personagens, mediante suas escolhas e amores pelo mundo – de Cabul a Paris, de São Francisco à Grécia -, a história se expanda, tornando-se emocionante, complexa e poderosa. É um livro sobre vidas partidas, inocências perdidas e sobre o amor em uma família que tenta se reencontrar.

Minha Opinião

É um livro envolvente, cativante e que nos leva a reflexão. Os personagens são complexos e podemos facilmente nos identificar com um deles. A lição mais importante que eu aprendi com esse livro foi que as nossas escolhas refletem por várias gerações e a força do amor, da ligação familiar. Não li os outros livros do autor, porque não tive a oportunidade ainda, mas com certeza lerei. Definitivamente está na lista dos meus preferidos.