Desafio 100 temas: Fracasso

Fracasso

A vida nunca vai ser
Um mar de rosas
Teremos rosas
Mas teremos muitos espinhos
E eles valorizam as nossas conquistas

Teremos sucesso
E alguns fracassos
Que podem nos ensinar
Ou nos derrubar
A escolha é nossa

Todos nós temos os nossos arrependimentos
Todos nós temos alguns fracassos
Mas o maior fracasso é deixar que os problemas nos derrubem
É não aprender com os seus erros
É passar a vida lamentando
Não aproveitar as oportunidades
Porque não temos todo tempo do mundo
Só nós podemos mudar a nossa própria história

Desabafo de uma cidadã

Não sei se vocês viram, mas um trem de carga se chocou com um trem de passageiros na linha 7 Rubi da CPTM. Eu moro em São Paulo e estudo em Jundiaí e isso me prejudicou muito, não só a mim, como prejudicou e prejudicará milhares de pessoas. Tivemos que descer em Baltazar Fidelis, pegar um ônibus até Franco da Rocha para aí sim, pegar o trem. Claro, que com atrasos. O trem atrasou uns 20 minutos e estava muito devagar. A mesma coisa aconteceu como trem sentido Luz. E isso me deixou muito indignada e dentro do trem, fiz esse poema.

Não aguento mais viver essa situação
2 horas de trem todo dia
Sempre atrasa
Sempre acontece algum problema
E todo mundo se dana

Eu não suporto mais o desrespeito
O caos do transporte público
Sempre acontece algum imprevisto
O trem quebra
Acidente com trem de carga
Manutenção das linhas
Nós sustentamos essas empresas
Mas não recebemos nada com qualidade

Só quem depende do transporte público
Sabe e sente o que eu sinto
Porque será que estamos tão acostumados
Com as palhaçadas do nosso governo?
Gastamos horas do nosso dia em um trem
Ninguém se importa
(Não espere isso de ninguém)

Já cansei de ser desrespeitada
Cansei de sofrer tantas injustiças
Cansei de ver todo o dinheiro dos impostos que pagamos
Sendo jogado no lixo

O que eu posso fazer para mudar essa situação?
Vou exigir meus direitos
E cumprir os meus deveres
Quero ser uma cidadã consciente
Do jeito que está não pode ficar

Tirei algumas fotos:

Pessoas indo e voltando da estação Franco da Rocha, que estava lotada. Para chegar no trem sentido Luz, tinha que pegar um ônibus em Baltazar Fidelis e ir para a estação de Franco da Rocha
Pessoas indo e voltando da estação Franco da Rocha, que estava lotada. Para chegar no trem sentido Luz, tinha que pegar um ônibus em Baltazar Fidelis e ir para a estação de Franco da Rocha

A estação de Franco da Rocha. A imagem não ajuda muito, mas dá para perceber como ela estava lotada.
A estação de Franco da Rocha. A imagem não ajuda muito, mas dá para perceber como ela estava lotada.
Ao fundo, o trem de carga descarrilhado
Ao fundo, o trem de carga descarrilhado

Desafio 100 temas: Online

Fiz esse poema baseado em uma experiência que eu tive nada legal com um “amigo virtual”.

Vida Online

O mundo é conectado
Todas as pessoas vivem online
E temos muito orgulho disso

Eu fiz um amigo virtual
Eu confio nele e ele confia em mim
Só que eu nunca o vi
Tudo o que eu sei dele são informações
Postadas por ele
Apenas palavras

Vivemos entre o real e o imaginário
Fazemos de tudo para ter muitos “amigos” no Facebook
Para receber curtidas em uma foto
Expomos a nossa vida sem nenhum constrangimento
400 amigos, 50 curtidas em uma foto
Até que ponto isso é real?

O mundo é conectado
Mas as pessoas estão se fechando
É mais fácil mandar uma mensagem do que ligar
Mesmo sendo o dia do seu aniversário

Só que as redes sociais não são palpáveis
Não são reais
A vida fora dela é tão diferente
Na internet tudo é rápido
Simples e prático
Mas na vida não é bem assim

De que adianta ter amigos virtuais mas continuar se sentindo sozinho?
De que adianta ser popular no Facebook mas se sentir como um nada por dentro?

Não somos máquinas
Somos seres humanos
Será que nos esquecemos de quem somos?

Desafio 100 temas: Nunca Mais

Nunca Mais

São tantos arrependimentos
Tantas coisas que necessitam ser mudadas
Tantos pensamentos
Que só me destruíram

Mas de tudo que eu já fiz de errado
Todas as vezes que eu decepcionei a mim mesma
Uma coisa eu aprendi
Não quero nunca mais

Não quero nunca mais depositar todas as minha fé em alguém
Porque as pessoas falham
Não quero viver do que eu sinto
Porque o sentimento é tão inconstante
Não quero mais ser egoísta
Não quero mais reclamar
Não vou mais fingir que eu não me importo
Não quero mais me preocupar com coisas tão fúteis e vazias
Não vou mais viver a vida dos outros
Não quero mais ser insegura
Não quero mais ser inconstante
Não quero mais viver uma vida vazia
Nunca mais

Eu vou lutar com todas as minhas forças
Eu não quero mais ser acomodada
Vou tomar as rédeas da minha vida
E dos meus pensamentos

Desafio 100 temas: Minha Inspiração

A Inspiração

A inspiração está em todo lugar
Convidando você a pensar
A sair um pouco da correria do seu dia a dia
E refletir naquilo que te rodeia

Flores, mato, casas, sujeira, lixo, sol
Aves, pessoas, barulho, silêncio
E o sorriso de uma criança
Fome, desastres, violência
A inspiração vem da revolta contra tudo isso também
Tristeza, alegria, dificuldades, oportunidades
Lua, estrelas, mar, céu, nuvens
O milagre da vida
Amor, solidão, erros, fraquezas
Até a falta de inspiração
Me traz inspiração

É impossível observar a vida e não se encantar
Ver as injustiças e não se revoltar
A inspiração surge em todo momento
E a palavra nos dá voz
Para jogarmos para fora tudo o que sentimos
Tudo o que precisa ser dito

Não importa aonde você esteja
Olhe ao seu redor
Você está vivo
Sinta o seu coração
Ele está te dando uma nova inspiração
Escreva
Somente escreva

Desafio 100 temas: Lágrimas

Querida criança

Ei, você
Pequena criança
Quero entender o quanto é difícil
Viver em um mundo
Tão mal e assustador
Sem entender
Porque as coisas são assim

Vivendo em uma pequena casa
Aonde falta tudo
Comida, roupa e muitas vezes até amor
Perdida, mas você não reclama
Apenas chora a noite
Antes de dormir

Deixe as lágrimas cair
Deixe que todo sofrimento saia através delas
Que elas reguem o chão seco
E alcancem os seus sonhos
Quem sabe, essa injustiça
Passará

Você ganhou bonecas e comida
De pessoas voluntárias
E você ficou tão feliz
Os seus olhos brilhavam
Você pensou: “Eu sou a garota mais sortuda do mundo”
“Eu nunca pensei que alguém se importasse comigo”

E os seus olhos se encheram de lágrimas de alegria
Que regaram o chão
E os seus sonhos

Você é tão pequena
E você pensa
Sobre o seu futuro
E ele é totalmente incerto
E você pensa que não é nada
Você não vai à escola
E não entende muito bem o que as pessoas fazem lá
Tudo o que você vê é fome
Miséria e muitas guerras
Mas porquê?
Que as pessoas matam outras pessoas?
E o que é aquilo
Que faz tanto barulho quando cai na terra?
E mata tanta gente?

O que nós nos tornamos?
Me dia, o que foi que nos tornamos?
Porque tudo está tão estranho?
Porque o mundo é tão ridículo?
Porque desprezamos os outros?
Porque não amamos o nosso próximo?
Porque não nos importamos com nada?
Deixamos a vida nos levar?

Que as lágrimas das crianças
Nos façam ver a verdade
Que as lágrimas dos idosos
Nos traga a reflexão
Que as lágrimas dos jovens e adultos
Nos ensinem
Que precisamos ser mais
Precisamos dar mais
Precisamos amar mais

Desafio 100 temas: Amor

Escrever sobre o amor é sempre um desafio, e na correria do dia a dia, às vezes não acho inspiração. Mas como tenho uma folga hoje, consegui pensar melhor e a inspiração veio.

 Amor

O amor é mais que um sentimento
Ele envolve sacrifício
Disposição e entrega
É uma palavra muito profunda
Para ser dita toda hora
A qualquer pessoa

Como é difícil escrever sobre o amor!
Porque é mais que um relacionamento entre duas pessoas
É amar a si mesmo e ao próximo
É amar a vida
É amar a natureza
As coisas mais simples que nos rodeiam

Quando se ama
Tudo ao redor fica mais lindo
Mais colorido
Mais brilhante
O amor nos guia
Nos fascina
Nos maravilha

Eu quero aprender a amar
Para ser amado
Quero aprender a me colocar
No lugar do outro
Quero conhecer a essência do amor
O amor divino
Que vai além dos limites do sentimento
Vai além dos limites da vida
E que nos acompanha
Aonde quer que estejamos

Desafio 100 temas: Vingança

Esse é o tema de anteontem, estou muito ocupada, mas consegui. Esse tema foi bem difícil, porque eu não tenho nenhuma experiência pessoal para contar e então, eu inventei uma história, vamos assim dizer.

Doce Vingança

Ele sem pena me machucou
Me feriu
E agora não resta nada dentro de mim
Todas as minhas esperanças
Se despedaçaram

Eu acreditei tanto nele
Confiei cegamente
E não conseguia ver a sua verdadeira identidade
Quem ele verdadeiramente era?

Ele brincou
Jogou com os meus sentimentos
E agora
Eu vejo a vingança me chamando
Para revidar

Doce Vingança, será que você é tão doce assim?
Ele me machucou mas vale a pena
Pagar com a mesma moeda?
Fazer pior do que ele fez?

Não eu não vou fazer isso
Não vou me rebaixar ao nível dele
Eu vou perdoar e esquecer
Não é fácil
Mas é a escolha mais inteligente e sábia
Que eu posso tomar

Porque se eu revidar
A dor que está dentro de mim não vai passar
Ele tem que sofrer as consequências dos seus erros sozinho
Não será eu que vou castiga-lo

Switchfoot – Ammunition

Essa música foi a inspiração do poema anterior (Desculpas e mais desculpas).

Munição

Coloque a culpa naquilo por que você passou
Coloque a culpa na sua situação agora
Coloque a culpa nas suas religiões
Coloque a culpa nos seus políticos

Nós estivemos explodindo de raiva, somos nós a causa da raiva
É a nossa condição
Nós estivemos explodindo de raiva, somos nós a causa da raiva
Nossa detonação
Nós somos a munição, somos nós a causa da raiva
Nós somos a munição
Nós somos a munição
Nós somos o fusível e a munição

Não tenho geração, mostre-me minha motivação
Um mundo, um desespero, uma esperança e uma salvação

Nós estivemos explodindo de raiva, somos nós a causa disso
É a nossa condição
Nós estivemos explodindo de raiva, somos nós a causa disso
Nossa detonação
Nós estivemos explodindo de raiva,somos nós a causa disso
Nós somos a munição, nós somos a munição
Nós somos a munição
Nós somos a munição
Nós somos o fusível e a munição

Olhe que bagunça nós fizemos por amor
Olhe que bagunça nós fizemos por amor
Olhe que bagunça nós fizemos,
Nós temos a nós mesmos para culpar
Olha a bomba que nós fizemos de amor

Nós estivemos explodindo de raiva, somos nós a causa da raiva
É a nossa condição
Nós estivemos explodindo de raiva, somos nós a causa disso
Nossa detonação
Nós somos a munição, nós somos a munição
Nós somos a munição
Nós somos a munição
Nós somos a munição
Nós somos o fusível e a munição