Desafio 100 temas: Obsessão

Faz muito tempo que eu não passo por aqui, sei que estou bastante atrasada nos temas, mas não tem dado mesmo para eu escrever nestes dias, vou me recuperar neste final de semana e prometo que escreverei sobre todos os temas atrasados, não vou desistir desse desafio e estou muito feliz por vocês estarem gostando dos meus poemas e textos. Esse tema foi muito difícil para mim, primeiro pensei nas minhas obsessões, mas eu não tenho nenhuma obsessão, então eu pensei em uma história real, que acontece bastante nos dias de hoje. Conhecemos muito bem a história de Romeu e Julieta, que encantou o mundo e que as pessoas falam que é uma história de amor. Mas bem, não é uma história de amor, não para mim. Pense comigo: sabe aqueles casos de crimes passionais que vemos na televisão, em que a garota se mata porque perdeu o namorado e vice versa? Não é a mesma coisa? A essência não é a mesma? É sobre isso o assunto desse poema. Estou aberta sempre a debates e críticas, afinal é apenas uma opinião.

A moderna história de Romeu e Julieta

Em algum lugar deste mundo
Uma garota se apaixonou perdidamente
Loucamente
Por um garoto que apenas gostava dela
Não a amava o suficiente
Para satisfazer os seus desejos românticos

Mas ela nunca percebeu isso
Estava cega pela paixão
O mundo para ela era ele
Mas para ele, o mundo continuava andando
Mesmo sem ela por perto

Sua mãe dizia: pare de falar neste garoto, acho que você está exagerando
Ele não é tão bom quanto você pensa!
Ela dizia: Mãe, pare de estragar a minha felicidade!
Eu o amo e ele me ama
E fomos feitos um para o outro, de verdade

As amigas percebiam
Algo de errado
Esse amor exagerado
Não iria acabar bem
Estava se tornando uma obsessão
Que consumia
Seus pensamentos, seu tempo e sua vida
Ele era ciumenta e carente
E se entregava por inteiro a ele

Mas um dia
Ele decidiu se separar
Não aguentava mais ficar do lado dela
O seu amor era doente

O seu chão caiu
O céu desabou
Não existia vida
Nem alegria
Se ele não estivesse com ela
Para que viver?
Se ele é a minha vida
E agora, ele se foi

Ela não via outra saída
Se matou
Todos ficaram chocados
O ex-namorado, perplexo
A culpa o consumia
O remorso o destruía
E não o deixava pensar
Ele bebeu um veneno
E morreu na madrugada do dia seguinte

Isso não é amor
Não é bonito
Amor não mata
Apesar de termos que nos sacrificar por ele
Sofremos, mas se é verdadeiro
Ele nunca irá nos matar

Anúncios

Desafio 100 temas: Inquebrável

Esse tema era o de ontem, e também foi difícil para mim, porque ele é muito amplo e também por causa da minha falta de tempo nesses dias (só para você terem noção, escrevi esse texto no ônibus e o resto antes da aula de inglês começar…kkkkk). Mas deu certo, é isso que importa.

Quebrada e Inquebrável

Você me enganou
Você me destruiu
Com suas mentiras
Eu fui me perdendo
Lentamente esquecendo
De quem eu sou
Quem eu sou?

E agora estou aqui
Perdida e quebrada
Mas não posso continuar aqui
Você não se importa
Porque eu pensei que você iria se importar?
Não quero ouvir o que você tem a dizer
Estou farta de promessas vazias
Você precisa saber

Que a partir de agora
Sou inquebrável
Estou quebrada
Mas sou inquebrável
A partir desse momento
Enquanto eu escrevo
Não importa o que você diga
Não vou me importar mais com esses pensamentos maus
Já me enganei o suficiente
E agora sou inquebrável

Esse mundo pode tentar
Me afastar dos meus objetivos
Me roubar dos meus sonhos
Tentar me fazer esquecer
Dos meus princípios
Daquilo que eu acredito
Mas sou maior que tudo isso
Eu sou inquebrável

Sentimentos ruins não vão me deter
Só quero fazer o que eu quero fazer
Ser quem eu deveria ser
Não vou me apoiar na opinião de ninguém
Eu vou ser eu mesma
Bonita e Inquebrável

Desafio 100 temas: Rivalidade

Sei que deveria ter postado anteontem, mas não deu tempo. E esse tema foi difícil para mim, parecia que a inspiração não vinha, tentei várias coisas. Mas consegui.

Mundo de Rivalidade

Sou melhor que você
Sou mais inteligente que você
Sou mais bonito que você
Sou mais elegante que você
Sou mais famoso que você

Nesse mundo de rivalidade
Nesse mundo de estereótipos
Quero a humildade
Nesse mundo egoísta
Quero a fraternidade
É fácil julgar
Difícil é estender a mão

Somos todos seres humanos
Temos as mesmas necessidades
Eu preciso de você
Você precisa de mim
Só juntos podemos vencer

Nesse mundo de competição extrema
Quero ver a união e a humanidade

Avaaz: Campanha em apoio às mulheres afegãs!

Hoje, não irei postar o tema do dia, por mais incrível que apreça, não tive tempo para fazê-lo, muita lição da escola para fazer e não deu tempo. Amanhã eu posto o tema de hoje e o do dia. Abri minha caixa de e-mails e vi esse e-mail do Avaaz, e peço para que vocês apoiem essa causa.

Caros amigos,

Vendida como noiva aos 12 anos, Sahar Gul vivia em uma casa do terror. Os parentes de seu marido a mantinham presa no porão, espacavam-na com canos de ferro quente e deixavam-na passar fome. Quando ela se recusou a se prostituir para conseguir dinheiro para eles, seus torturadores arrancaram suas unhas.

A sentença dos seus agressores foi reduzida a apenas 1 ano de prisão e eles estão livres novamente! Pior ainda: a Câmara dos Deputados de seu país aprovou uma lei que proíbe que membros da família dos agressores testemunhem a violência em um tribunal. Isso fará com que inúmeras crianças e mulheres jamais consigam Justiça para seus casos.

Temos poucos dias para impedir este ataque aos direitos das mulheres. Em outras oportunidades, o Senado afegão já conseguiu barrar projetos assim e funcionários de alto escalão nos disseram que a comunidade da Avaaz pode dar o empurrão de que eles precisam para ajudar a barrar essa proposta antes que ela seja levada a plenário para votação. Assine a petição com urgência — quando alcançarmos 1 milhão de assinaturas vamos lançar uma campanha publicitária local com foco nos principais Senadores até que essa proposta seja enterrada:

https://secure.avaaz.org/po/justice_for_afghan_women_loc

Quando era criança, Sahar Gul foi vendida pelo seu irmão por US$ 5 mil e levada para uma casa terrível onde era abusada regularmente. Quando finalmente foi resgatada, as torturas a haviam deixado tão fraca que ela teve de ser tirada do cativeiro no porão com o auxílio de um carrinho de mão. Após terem sido condenados a sentenças que juntas somavam 10 anos de prisão, seus torturadores foram posteriormente libertados por um juiz de uma instância inferior.

Horrorizados diante do retrocesso dos seus direitos, grupos feministas afegãos passaram a apoiar ativamente o caso da jovem Sahar e a trabalhar juntos para garantir que familiares não sejam proibidos de testemunhar contra os agressores da própria família. Se nos unirmos a estas mulheres agora, poderemos mostrar aos políticos afegãos que todo o mundo apoia elas nesta luta.

De volta à escola, Sahar segue corajosamente reconstruindo sua vida. Seu sonho? Dirigir uma organização de defesa dos direitos das mulheres. Sua força de espírito é conduzida pela esperança por um futuro melhor para todas as mulheres e crianças do Afeganistão, e de todos os cantos do mundo. Vamos ajudá-la a começar a realizar este sonho, fazendo com que os políticos afegãos protejam, e não atacar, as mulheres de seus país:

https://secure.avaaz.org/po/justice_for_afghan_women_loc

No Afeganistão, ativistas pelos direitos das mulheres e os sobreviventes de abusos têm dado vários passos na luta pelos direitos humanos. Ao longo dos anos, membros da Avaaz de todo o mundo têm apoiado esta luta pela plenitude destes direitos. Vamos dar nosso apoio mais uma vez!

Com esperança e determinação,

Luis, Alaphia, Alex, Ricken, Bissan, Mais e toda a equipe da Avaaz

PS – Muitas das campanhas da Avaaz foram criadas por membros da nossa comunidade! Crie a sua campanha agora e obtenha a vitória sobre qualquer questão, seja ela local, nacional ou global: http://www.avaaz.org/po/petition/start_a_petition/?bgMYedb&v=23917

Mais informações:

Sahar Gul: Os medos de uma noiva adolescente torturada no Afeganistão (em inglês) (BBC)
http://www.bbc.co.uk/news/world-asia-23311414

Juízes afegãos libertam 3 homens condenados por torturarem a “noiva criança” Sahar Gul (em inglês) (Guardian)
http://www.guardian.co.uk/world/2013/jul/11/afghan-judges-free-sahar-guls-torturers

Mulheres enfrentem mais obstáculos no Afeganistão (em inglês) (Global Post)
http://www.globalpost.com/dispatches/globalpost-blogs/rights/womens-rights-face-new-obstacles-afghanistan

Direitos das mulheres estão a regredir no Afeganistão (Euronews)
http://pt.euronews.com/2012/12/11/direitos-das-mulheres-estao-a-regredir-no-afeganistao/

Homem mata mulher por ir ao mercado sem permissão (Terra Brasil)
http://noticias.terra.com.br/mundo/asia/homem-mata-mulher-por-ir-ao-mercado-sem-permissao,7c0e55031bd60410VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

Afeganistão: Um inferno para as mulheres (Revista Veja)
http://veja.abril.com.br/190510/afeganistao-inferno-para-mulheres-p-140.shtml

Desafio 100 temas: fazendo história

Nossa História

Eu sempre ouvi que a nossa história é escrita todos os dias, e para muda-la, basta mudar o seu modo de pensar, de ver a vida, as dificuldades, as alegrias e as vitórias, e isso deve ser feito todos os dias, com muita perseverança.
Não é uma coisa que eu sou muito acostumada a pensar, deveria refletir mais sobre isso, mas já pensei sobre o meu legado. O que eu vou deixar para esse mundo?
Primeiramente, isso começa dentro de mim, eu não posso me contentar em viver uma vida que não traga a felicidade para ninguém, não quero viver para mim mesmo e os meus desejos egoístas, sabe? Porque não nos importamos de verdade com os outros? Eis aí a grande questão. Quero ser útil de alguma forma para poder mudar o que eu vejo e tem tanta coisa que eu posso fazer.
Eu não quero viver apenas para ganhar dinheiro, luxo e ser vazia. Não quero apenas ser bem sucedida na vida profissional e sentimental, as pessoas hoje em dia só pensam no “amor” e no dinheiro. Mas eu não nasci somente para isso. Sei que tenho que sacrificar tudo o que sou para viver uma vida que não agrade apenas a mim, mas a Deus e que ajude os outros. Será que eu estou disposta?

Oposição síria denuncia ataque com armas químicas com até 1,3 mil mortes

DAMASCO – Diversos grupos ligados à oposição síria denunciaram nesta quarta-feira, 21, um ataque com armas químicas contra subúrbios de Damasco. As estimativas mais conservadoras estimam 494 mortos, mas há grupos que contabilizam mais de mil vítimas. O número exato não pode ser verificado de maneira independente em razão do embargo imposto pelo regime de Bashar Assad à imprensa internacional. O governo sírio nega as acusações.

Nações ocidentais, árabes e o governo da Turquia pediram que uma equipe da ONU presente na Síria investigue o ataque. Se confirmado, o bombardeio da madrugada desta quarta-feira será o ataque mais violento com uso de armas químicas nos dois anos de guerra civil.

Imagens mostram dezenas de corpos, incluindo de crianças pequenas, alinhados no chão de uma clínica médica, sem sinais visíveis de ferimentos. Ativistas disseram que foguetes com agentes químicos atingiram os subúrbios de Damasco de Ain Tarma, Zamalka e Jobar durante intenso bombardeio na madrugada pelas forças do governo.

Um vídeo supostamente feito no bairro Kafr Batna mostra uma sala com mais de 90 corpos, muitos deles crianças, algumas mulheres e homens idosos. A maioria dos corpos parecia cinzento ou pálido, mas sem ferimento. Cerca de uma dúzia estavam embrulhados em cobertores.

“Muitas das vítimas são mulheres e crianças. Eles chegaram com suas pupilas dilatadas, membros frios e espuma na boca. Os médicos dizem que estes são sintomas típicos de vítimas de gás nervosos”, disse uma enfermeira.

A televisão estatal síria negou que as forças do governo tenham usado gás venenoso e disse que as acusações tinham a intenção de distrair uma equipe de especialistas em armas químicas da Organização das Nações Unidas que chegou há três dias. Um porta-voz do Exército classificou as acusações da oposição como um sinal de “histeria”.

O grupo de oposição sírio Escritório de Mídia de Damasco disse que 494 pessoas morreram no bombardeio. O presidente do Conselho Nacional Sírio (CNS), George Sabra, estima em 1,3 mil o número de mortos.

Reação. O governo da Grã-Bretanha prometeu levar a questão ao Conselho de Segurança da ONU, acrescentando que os ataques seriam “uma escalada chocante” da situação caso confirmado. A França pediu que a ONU investigue e confirme as denúncias.

A União Europeia defendeu um inquérito imediato. A Turquia e a Liga Árabe também pediram que os inspetores analisem o local do ataque.

O chefe da missão da ONU na Síria, o sueco Ake Sellstrom, disse que o pedido teria de ser feito oficialmente e ter a concordância das autoridades sírias.

Acho que não preciso dizer nada.

Fonte (vídeo): http://blogs.estadao.com.br/gustavo-chacra/entenda-o-mega-ataque-quimico-hoje-na-siria/
Fonte (notícia): http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,oposicao-siria-denuncia-ataque-com-armas-quimicas-com-ate-13-mil-mortes,1066267,0.htm

Desafio 100 temas: Complicado

complicado

Complicado é ser sincero consigo mesmo
Complicado é saber esperar
Complicado é lutar contra a multidão
Contra as mesmices e o “normal”

Complicado é lutar contra seus próprios sentimentos
Seguir em frente quando tudo estiver desabando
Complicado é viver uma vida sem ressentimentos
O ser humano se magoa muito fácil

Complicado é saber perdoar
Deixar o passado no passado
Complicado é lutar pelos seus sonhos
Quando ninguém parece acreditar

Complicado é aprender com os próprios erros
É ver os nossos defeitos
Entender que o amor não é igual nos filmes
O amor exige sacrifício

Complicado é ser maduro para entender
Que antes de querer a pessoa certa
Você precisa ser a pessoa certa
Que você pode e deve ser feliz sozinho
Sua felicidade não depende dos outros
Mas de você

O complicado é libertador
É a estrada que nos leva a uma vida completa
Tudo o que vem fácil, escapa
Por entre as mãos

Desafio 100 temas: Introdução

Para começar, preciso dizer que para mim esse será um grande desafio e eu estou muito animada para enfrentá-lo, a escrita sempre fez parte da minha vida e escrever um texto por dia será muito gratificante. Vou escrever tudo o que eu penso sobre o tema, sem reservas, falar tudo o que eu penso e sinto, como eu já faço por aqui há um bom tempo.
É incrível você poder explorar mundos diferentes através da escrita, confesso que sempre achei que nunca conseguiria fazer isso, sempre achei que eu não tenho criatividade, mas a partir de hoje, começo a ir contra essa ideia enraizada na minha mente.
Vou escrever o que eu nunca escrevi, inventar o que nunca passou pela minha cabeça antes, nem em sonhos.
Não sei se vocês querem se juntar comigo ou não, mas eu espero que leiam os meus textos, que serão postados diariamente, se inspirem (e participem, se quiser…).
De início, desafio a você e a mim a ir contra todos os seus medos e dúvidas, em todas as áreas da sua vida (precisamos disso), e principalmente, no caso, em sua escrita. Sei que muitos de vocês têm vontade de escrever um livro (como eu) mas se sentem incapazes e sem criatividade para fazer um livro de sucesso. Mas para se escrever um livro de sucesso é preciso ter o hábito de escrever textos todo dia, estudar português e ler livros. Tudo isso é essencial para quem pensa em ser escritor algum dia.
E o desafio começa….